Song Lyrics From Around The World

Home | Email Us | 0-9 | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Christmas | Soundtracks | Web Hosting with TotalChoice

big text small text home back forward print

MANO A MANO Chico Buarque (Brazil) - 1984 Meu pára-choque com seu pára-choque Era um toque Era um pó que era um só Eu e meu irmão Era porreta Carreta parelha a carreta Dançando na reta Meu irmão Na beira de estrada valeu O que era dele era meu Eu era ele Ele era eu Ela era estrela Era flor do sertão Era pérola d'oeste Era consolação Era amor na boléia Eram cem caminhões Mas ela era nova Viçosa, matriz Era diamantina Era imperatriz Era só uma menina De três corações E então Atravessando a garganta Jamanta fechando jamanta Na curva crucial Era uma barra, era engano Na certa, era cano Na mão, mano a mano Pau a pau Na beira de estrada se deu Se o que era dele era meu Ou era ele ou era eu Ela era estrela Era flor do sertão Era pérola d'oeste Era consolação Era amor na boléia Eram cem caminhões Mas ela era nova Viçosa, matriz Era diamantina Era imperatriz Era só uma menina De três corações E então Então lavei as mãos Do sangue do Meu sangue do Meu sangue irmão Chão

    


International Lyrics Playground       Private Guitar Lessons in Connecticut!       Web Hosting with TotalChoice       Click and start earning!       Privacy Policy