Song Lyrics From Around The World

Home | Email Us | 0-9 | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z | Christmas | Soundtracks | Web Hosting with TotalChoice

big text small text home back forward print

TANGO DO COVIL Chico Buarque (Brazil) - 1977-1978 Ai, quem me dera ser cantor Quem dera ser tenor Quem sabe ter a voz Igual aos rouxinóis Igual ao trovador Que canta os arrebóis Pra te dizer gentil Bem-vinda Deixa eu cantar tua beleza Tu és a mais linda princesa Aqui deste covil Ai, quem me dera ser doutor Formado em Salvador Ter um diploma, anel E voz de bacharel Fazer em teu louvor Discursos a granel Pra te dizer gentil Bem-vinda Tu és a dama mais formosa E, ouso dizer, a mais gostosa Aqui deste covil Ai, quem me dera ser garçom Ter um sapato bom Quem sabe até talvez Ser um garçom francês Falar de champinhom Falar de molho inglês Pra te dizer gentil Bem-vinda És tão graciosa e tão miúda Tu és a dama mais tesuda Aqui deste covil Ai, quem me dera ser Gardel Tenor e bacharel Francês e rouxinol Doutor em champinhom Garçom em Salvador E locutor de futebol Pra te dizer febril Bem-vinda Tua beleza é quase um crime Tu és a bunda mais sublime Aqui deste covil

    


International Lyrics Playground       Private Guitar Lessons in Connecticut!       Web Hosting with TotalChoice       Click and start earning!       Privacy Policy